Portal da CIdade Pouso Alegre

GOTA

A doença é a resposta do organismo ao excesso de ácido úrico

Ocorrência se dá quando há um desequilíbrio entre a quantidade de ácido úrico produzida e eliminada por dia

Postado em 27/04/2021 às 01:28 |

Dr Clederson Barreiro, médico reumatologista (Foto: Portal da Cidade)

A gota é uma doença metabólica causada pelo excesso de ácido úrico no organismo (hiperuricemia), na qual ocorre um acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações. O ácido úrico é uma substância que faz parte de nosso metabolismo normal, e é encontrado em todos nós. Ele é produzido pelo nosso organismo e também é obtido a partir da digestão de certos alimentos, principalmente carnes (carne vermelha, miúdos, frutos do mar). Uma parte do ácido úrico no sangue é filtrada e eliminada pelos rins através da urina. 

A hiperuricemia ocorre quando há um desequilíbrio entre a quantidade de ácido úrico produzida e eliminada por dia. Níveis elevados dessa substância podem levar à formação e precipitação de cristais de monourato de sódio nas articulações e nos rins.

A gota afeta cerca de 2 % dos adultos e é mais comum nos homens que nas mulheres, iniciando-se por volta dos 30 a 40 anos. Nas mulheres, geralmente começa após a menopausa.

A gota costuma vir associada a outras doenças, como hipertensão arterial, diabetes mellitus, doenças renais, colesterol alto e obesidade que, quando presentes, também devem ser tratadas.

A crise aguda de gota ocorre em resposta ao acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações, e é caracterizada por artrite (dor de forte intensidade, inchaço e vermelhidão na junta afetada), geralmente acometendo nas primeiras crises as articulações dos pés (como a junta do dedo grande do pé), atingindo sua intensidade máxima em 24 horas e cessando em alguns dias.

A crise aguda de gota geralmente acontece após o consumo exagerado de certos alimentos (miúdos, carne vermelha, frutos do mar), ou de bebidas alcoólicas. Pode acontecer também após traumas na articulação, após uso de certos medicamentos e até mesmo após procedimentos cirúrgicos.

Essas crises agudas são recorrentes, e novas crises podem ocorrer em intervalos de poucas semanas ou meses. Sem tratamento adequado, as crises tornam-se cada vez mais frequentes e  envolvem cada vez mais articulações, como tornozelos, joelhos e cotovelos. Com o tempo, os depósitos de ácido úrico podem levar à formação de tumefações sob a pele das articulações, nos tendões e nas orelhas, chamadas tofos gotosos, e também à formação de cálculos nos rins.

Dr. Clederson J. R. Barreiro/Médico/Pouso Alegre

Prevenção

Ocorrência se dá quando há um desequilíbrio entre a quantidade de ácido úrico produzida e eliminada por dia

Dr. Clederson J. R. Barreiro/Médico/Pouso Alegre

Diagnóstico

O diagnóstico da gota é feito com base nos sintomas, no exame das articulações afetadas, em exames de laboratório (como a dosagem de ácido úrico no sangue e a sua pesquisa no líquido articular) e em exames de imagem (como raio-X e ultrassom).

Tratamento 

Infelizmente não há cura definitiva para essa condição. O tratamento da gota não se restringe à crise aguda, mas inclui também o controle adequado dos níveis de ácido úrico no sangue, mudanças dietéticas e de hábitos de vida.

A redução de peso e o aumento da ingestão de água são recomendados para os pacientes que sofrem de gota.

A ingestão de bebidas alcoólicas pode desencadear uma crise aguda e deve, portanto, ser evitada. O consumo excessivo de míudos, sardinha, carne vermelha e frutos do mar, que são ricos em ácido úrico, também deve ser evitado.

Dentre os medicamentos usados no tratamento da gota, estão alguns indicados para controle da crise aguda, como os anti-inflamatórios não-hormonais e os corticóides, outros para a prevenção de novas crises, como a colchicina e há também medicamentos que reduzem os níveis de ácido úrico no sangue. Dentre esses últimos, há medicamentos que diminuem a produção de ácido úrico e outros que aumentam sua eliminação. Somente o médico poderá avaliar quais medicamentos deverão ser usados em cada paciente, para controle da sua condição.


Serviço

Dr. Clederson J. R. Barreiro

Médico Reumatologista

Clínica Nossa Senhora de Fátima

Endereço: Rua Cacilda Barros Mendes, 20 – Pouso Alegre/MG

Tel: (35) 3423-8531


QUAL SUA ESPECIALIDADE?

Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade/Pouso Alegre, ou fale conosco pelo WhatsApp (35) 998624590.

Fonte:

Receba as notícias de Pouso Alegre no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias